Qual é o papel do mobilizador no PVE?

O Parceria Votorantim pela Educação está presente em 53 municípios brasileiros. A maioria dessas localidades possui um mobilizador, que é empregado das empresas investidas da Votorantim, e auxilia a execução do PVE. Entre suas atividades diárias, este profissional apoia a mobilização da comunidade em prol da educação.

“A função principal é trabalhar com a comunidade, especialmente em reuniões com técnicos das secretarias de educação e formadores do CEDAC (Comunidade Educativa CEDAC, parceiro técnico do Programa). Além dos encontros, eu faço, entre os ciclos, um trabalho de conversar com algumas lideranças da comunidade para que elas ajudem no engajamento de todos. Desenvolvemos ações para aproximar as pessoas dos assuntos educacionais do município”, explica João Montenegro, analista de comunicação da CBA em Niquelândia, Goiás, e mobilizador há seis anos.

Para João, o diferencial do PVE é a capacidade de mobilizar vários setores da população por uma causa maior. “O bom do Programa é que ele olha para todo mundo. O que as pessoas podem fazer para ajudar na melhoria da educação. Ele pede que as pessoas venham e tragam suas opiniões, contribuindo em conjunto com a comunidade”.

Os empregados que não são mobilizadores podem participar do Programa acompanhando reuniões, contribuindo com atividades, tais como doações de livros, participando de mutirões e nos conselhos de escolas municipais.

“O empregado pode ser uma pessoa que contribui para a educação. O importante é chamar mais pessoas para participar da escola e da educação no município”, explica Alan Ferreira, consultor de comunicação e mobilizador pela CBA nos municípios de Alumínio e Araçariguama, no Estado de São Paulo.
Se você tem interesse em participar do PVE, entre em contato com o mobilizador de sua cidade – listamos abaixo localidades que possuem esses agentes. Para conhecer mais sobre o programa, acesse o menu do site 100 anos “A Causa Educação”.

 

Untitled432

Deixe seu Comentário

* Campos Obrigatórios