No fim do PVE de Laranjeiras (SE), fortalecimento dos conselhos escolares é destaque

O município de Laranjeiras, em Sergipe, finalizou o 4º ciclo do Parceria Votorantim pela Educação – PVE nos dias 6 e 7 de dezembro com dois eventos de celebração: de Boas Práticas e de Mobilização. Com a temática “Gestão Democrática”, a comunidade foi envolvida nos conselhos escolares ao longo do ano, formados principalmente por pais, alunos, professores e funcionários das escolas municipais.

No primeiro dia de encerramento, foram apresentados portfólios com os resultados das mobilizações e ações de gestão: das 20 escolas participantes, 18 implementaram conselhos escolares, para os quais foram escolhidos representantes de diversos setores civis, maiores de 14 anos e com documentação em dia, como porta-vozes nas questões educacionais da comunidade.

“O papel dos conselhos passou a ser maior: antes eles apenas cuidavam da parte financeira das escolas e agora o conselho passou a trabalhar com a escola em unidade, como um todo, também nas áreas pedagógica, administrativa e fiscalizadora. É importante saber como está a situação dos professores, dos alunos, a situação estrutural”, comenta Carla Maria Pina, Técnica Mobilizadora pela Secretaria de Educação.

Carla complementa sobre a realidade da educação no município: “O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)* de Laranjeiras é muito baixo, por isso temos que motivar as famílias a se envolverem mais com a educação. A Votorantim foi muito importante para incentivar esse engajamento ao longo do ano. Para 2018, estamos planejando palestras e debates e não somente reuniões.  Precisamos trazer a comunidade para a escola”.

O dia 7 foi marcado pelas apresentações culturais da banda da Escola Municipal Leonídio Leite e do coral da Professora Tita, que faz um trabalho com alunos de todo o município, seguindo com a premiação do Desafio Criativos da Escola, que premiou projetos protagonizados por crianças e jovens de todo o país com o intuito de transformar as escolas, os alunos e suas comunidades.

Com o tema “Massuniclagem”, a escola José Monteiro Sobral usou casca de Massunim, uma espécie de marisco comumente encontrada na região, para fazer objetos, como porta retratos e caixinhas, para serem vendidos e para participar do desafio.  

 

 *O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. Ele é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.

Deixe seu Comentário

* Campos Obrigatórios