Municípios se preparam para o segundo ciclo do PVE

O segundo ciclo do Programa Votorantim pela Educação (PVE) continua a todo vapor! O primeiro foi o momento de mobilizar os envolvidos na temática escolhida. Agora é hora de colocar em prática as táticas que nos ajudarão a alcançar as metas desse ano.

A cidade de Esmeralda (RS) escolheu como tema “Gestão Democrática” e aguarda a chegada do PVE para a última semana de junho. Eliane Borges, secretária de Educação do município, comenta como serão colocadas em prática as estratégias para a gestão do projeto. “Estamos trabalhando em parceria com conselhos, formados por pais, diretores e envolvidos com educação para garantir que os Indicadores de Qualidade de Ensino (INDIQUE*) sejam aplicados. No primeiro ciclo, fizemos a mobilização dessas pessoas relacionando à temática escolhida e, agora, vamos explicar os indicadores de educação e como aplicá-los ao programa. Com os resultados da análise desses dados, faremos uma avaliação do que pode ser feito para melhorar esses índices”, explicou Eliane.

Em Divinolândia (MG), o segundo ciclo começou no dia 21 de junho, com foco na contribuição para a melhoria do ensino público com a implementação de estratégias, ações de sensibilização e mobilização social. A temática escolhida para o ano foi, assim como em Esmeralda, “Gestão Democrática”. “O tema será trabalhado por meio da avaliação Institucional dos Indicadores da Qualidade na Educação (INDIQUE) em toda a comunidade. Com isso, o Conselho Escolar poderá eleger prioridades e melhorar a educação da cidade”, comenta Daniella Betin Isaac Goulart, coordenadora pedagógica da escola José Pereira da Silva.

Montagem Matéria Expectativas

Em junho, o PVE ainda contemplará as cidades: Apiúna (SC), Araçariguama (SP), Aracruz (ES), Barra Mansa (RJ), Belmiro Braga (MG), Campo Belo Do Sul (SC), Cantagalo (RJ), Celso Ramos (SC), Ibirama (SC), Ibiúna (SP), Juquiá (SP), Juquitiba (SP), Miracatu (SP), Lontras (SC), Piraju (SP), Primavera (PA), Resende (RJ), Ribeirão Claro (PR), São Gonçalo do Abaeté (MG), São Simão (SP), Selviria (MS) e Xambioá (TO).

Clique aqui e saiba mais sobre educação, a causa escolhida na celebração do centenário.

Sobre o INDIQUE
É uma avaliação que mede pontos fortes e fracos da qualidade na escola por meio de indicadores criados pela própria instituição. São sete dimensões (ambiente educativo, prática pedagógica, avaliação, gestão escolar democrática, formação e condições de trabalho dos profissionais da escola, espaço físico escolar e acesso/permanência e sucesso na escola). Cada dimensão possui indicadores, que são avaliados por perguntas a serem respondidas coletivamente, ou seja, a comunidade (diretores, pais, coordenadores pedagógicos) se reúnem para criarem um direcionamento a partir das respostas desses indicadores.

Deixe seu Comentário

* Campos Obrigatórios