PVE: expetativas para 2018

O ano de 2017 foi um marco na história do PVE - Parceria Votorantim pela Educação. A ampliação do programa chegou a 51 municípios no Brasil que concluíram todas as atividades previstas no ano. Ao todo, foram: 473 gestores das Secretarias municipais nas atividades de formação, 707 escolas atendidas, atuação de 1.130 diretores e coordenadores de escolas municipais, 47.978 participações em mobilização e 170 mil alunos impactados direta ou indiretamente.

Segundo Anna Christina Nascimento, Gestora de Projetos do Instituto Votorantim, o ano que passou foi excelente: “mais de 70% dos municípios bateram suas metas, com evoluções na matriz de competências, tanto profissionais quanto dos grupos de mobilização. Consideramos o resultado muito bom. O engajamento de mobilizadores também foi positivo, com destaque para os empregados da Votorantim Energia que tiveram grade relevância no alcance das metas em 90% de seus municípios”.

Assim como em outros anos, o PVE consolidou seu compromisso com parceiros, como o Criativos da Escola, do Instituto Alana, que encoraja crianças e jovens a transformar suas realidades, colocando-os como protagonistas de suas próprias histórias de mudança. Em 2017, 487 projetos foram inscritos. A parceria tem como desafio celebrar e premiar projetos protagonizados por crianças e jovens de todo o país que, apoiados por seus educadores, vão transformar escolas, alunos e comunidades.

E, para este ano de 2018, as perspectivas são ainda melhores. Segundo Anna, “2017 foi de muito sucesso e expansão, que queremos manter para 2018. Iniciamos um período de consolidação dessa atuação, e chegaremos em 100 municípios. ”

Aplicar a estratégia do PVE Polo também surtiu o resultado esperando, e isso será fortalecido em 2018. Mais da metade dos municípios farão parte de grupos estipulados, pois assim temos melhores resultados e mais sinergia.

De acordo com Anna, a grande mudança ficará por conta dos temas: “ao invés de três, teremos um tema único que será Gestão com foco na Aprendizagem. Será um desafio para as secretarias, mas apesar de focarmos em apenas um único ponto, ele poderá ser customizado de acordo com os desafios específicos de cada município. As expectativas para este ano são enormes, pois teremos avaliação do IDEB e saberemos se estamos no caminho certo. Dias 21 e 22 de fevereiro, realizaremos em São Paulo a Oficina de Pactuação e daremos início oficial ao PVE em 2018”.

Deixe seu Comentário

* Campos Obrigatórios

Margareth R Silva (Margô)

Citrosuco S/A - Matão - SP

O PVE traz a oportunidade de envolvimento das famílias, fortalecendo a rede. Em 2017 pudemos verificar o quanto é importante a mobilização do município em favor dessa causa e do estímulo ao protagonismo juvenil.